Calvície: quando me preocupar? Veja 3 dicas para ficar atento com a saúde capilar

Perceber que os fios estão caindo não é nada agradável, ainda mais quando não se sabe ao certo o motivo que causa a queda de cabelo.

No entanto, uma das principais causas que levam a este desconforto é a calvície, patologia tão temida entre as pessoas, especialmente, entre os homens, e que segundo a OMS, são os mais atingidos, pois, mais da metade do sexo masculino pode sofrer com essa condição até os 50 anos de idade.

Separamos, então, 3 dicas para ficar de olho na saúde dos cabelos e evitar que a calvície avance. Veja a seguir:

 

Sua família tem histórico de calvície?

Se a resposta for sim, é importante ficar atento aos sinais que o seu cabelo te dá, pois a herança genética é um fator muito importante para ser levado em consideração. Inclusive, é isso que explica o fato de os homens sofrerem mais com a queda de cabelo.

O afinamento de cabelos se dá quando a testosterona, hormônio sexual masculino, sofre uma ação de uma enzima e a partir dessa reação surgem algumas substâncias que reduzem a multiplicação das células da raiz, afinando os fios capilares.

 

Saiba até que ponto é normal uma queda capilar

Nem toda queda é sinônimo de calvície, no entanto, se o cabelo cai com maior frequência do que o comum, é bom se atentar.

Só para ter noção, a média é de que 100 fios caiam diariamente, a razão pela queda desses fios é que eles também possuem um ciclo de vida, no entanto, os fios que caem na calvície, não voltam a crescer.

Ainda assim, não acontece da mesma forma para todo mundo, para alguns pode ser um processo lento, para outros pode ser mais progressivo. Por isso é sempre importante ficar de olho no couro cabeludo.

 

Fique atento com a região que os fios caem

A calvície não acontece em toda região do couro cabeludo e uma das coisas que pode ajudar a identifica-la são as áreas especificas da queda capilar.

Nos homens, ela ocorre nas entradas e no topo da cabeça, normalmente, por terem o cabelo mais curto, acaba sendo um pouco mais fácil de identificar. Como nas mulheres essa condição não é tão comum, a calvície feminina é identificada com mais dificuldade.

Para elas, os fios caem na linha divisória do cabelo, tornando o couro cabeludo cada vez mais aparente.

 

Consulte um especialista

Com essas dicas o paciente consegue identificar uma possível calvície, no entanto, para ter um diagnóstico exato é necessário consultar um médico especialista, só assim, poderá seguir com um tratamento adequado.

Cuide da sua saúde capilar a agende uma consulta conosco para fazermos uma avaliação e indicar os melhores tratamentos e procedimentos para a sua queda de cabelo.

Alan Wells

Formado na Universidade de São Paulo um dos centros mais modernos e avançados da cirurgia no Brasil e América do Sul. Dr Alan Wells dedica-se inteiramente ao transplante capilar FUE e aplica todo seu conhecimento a aperfeiçoar o implante capilar moderno. Sua exclusiva dedicação leva a um constante aperfeiçoamento na técnica, e a resultados cada vez melhores.

Não há Comentários

Publicar um Comentário

Comentar
Nome
E-mail
Website